BIRA VOTA CONTRA URGÊNCIA DO PL QUE PRIVATIZA OS CORREIOS

Foto: Filatelista

Nesta terça-feira (20), a Câmara dos Deputados votou a requerimento de urgência do Projeto de Lei 591/21, que autoriza a privatização dos Correios. Em defesa da empresa pública, o deputado Bira do Pindaré (PSB/MA) votou contra o pedido de urgência e frisou que nada justifica a urgência e a privatização dos Correios, “uma empresa estratégica e lucrativa”.

O maranhense alertou os colegas de parlamento para a verdadeira urgência do Brasil, que, segundo destacou, neste momento de pandemia é por kit intubação, comida e vacina. Para ele, é uma vergonha “um país com mais de 19 milhões de pessoas passando fome e mais de 375 mil pessoas mortas pela Covid-19, o parlamento discutir a urgência de um Projeto que autoriza a venda do patrimônio nacional”, completou.

Bira frisou a importância do Correios para o desenvolvimento do país, reafirmou posição contra a privatização. Ele também disse que o governo e o Congresso têm que focar em combater a pandemia, não em vender o patrimônio nacional. “A população, mais do que nunca, precisa dos Correios, e precisa de comida e de vacina”, reafirmou.

A urgência do Projeto de 591/21 foi aprovado pela Câmara dos Deputados. Ao todo, foram 280 votos favoráveis, 165 contrários e uma obstrução. A matéria segue direto para votação em plenário, sem passar pelas comissões.