Deputado vota favorável ao Orçamento da Guerra e contra a autorização para BC comprar títulos de baixa classificação no setor privado

Deputado vota a favor do Orçamento da Guerra e contra a autorização para BC comprar títulos de baixa classificação no setor privado

Deputado vota a favor do Orçamento da Guerra e contra a autorização para BC comprar títulos de baixa classificação no setor privado

A Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira (06), a Proposta de Emenda à Constituição 10/2020 (PEC 10) que cria um orçamento paralelo que está sendo criado para enfrentar a pandemia de coronavírus no país. O deputado federal Bira do Pindaré (PSB/MA) votou favorável ao chamado Orçamento de Guerra, mas contrário à autorização para o Banco Central comprar títulos de baixa classificação no mercado secundário, no setor privado. 

“É uma medida necessária, correta, que teve o apoio unanime dos partidos, inclusive da base do governo, que não terá qualquer dificuldade de implantá-lo. Porém, devo informar que, em relação a parte que se refere à autorização para o Banco Central comprar títulos no mercado secundário, no setor privado, títulos de baixa classificação, eu votei contrário!”, reforçou. 

Em vídeo divulgado em seu canal no Youtube, o maranhense esclareceu que no primeiro turno seguiu orientação do seu partido, o PSB; mas que, no segundo turno, pediu licença para manter a coerência com sua trajetória. Bira foi presidente do Sindicato dos Bancários do Maranhão. Conhece e discutiu muitas vezes com a categoria questões como essas relacionadas ao mercado financeiro. 

“Então, me posicionei contrário à essa parte que se refere à compra de títulos em mercados secundários porque incentiva o mercado especulativo. E acredito que, em meio à uma pandemia, é hora de proteger o emprego, o salário do trabalhador e incentivar o setor produtivo. Essa é a minha visão e, assim, expressei no meu voto na Câmara Federal”, concluiu.